Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010

Contrário.

Às vezes fazemos tudo ao contrário. Às nossas amigas(os), a quem nuca devemos mentir ou esconder coisas, mentimos e escondemos coisas. Àquelas pessoas que nem são grande coisa para nós dizemos tudo na cara, apesar de querermos manter uma relação saudável com elas (assim vai ser mesmo uma boa relação, ui …)

 

Devia mesmo ser ao contrário. Por vezes pensamos que estamos a fazer bem em não contar ou em não dizer toda a verdade, mas não. É verdade que quando contamos vêm aquelas respostas do género ‘sua cabra, nunca esperei isso de ti’ ou ‘não acredito que me escondeste uma coisa destas’, mas também há a hipótese virmos a ouvir ‘era só isso? Oh, deixa lá, não tem importância’.

Mas ainda assim nós não fazemos o certo, com medo de nos prejudicarmos e de magoar o outro, mesmo sabendo que isso não está nada bem, simplesmente porque é assim que nós somos. “O coração tem razões que a Razão desconhece” – Blaise Pascal

 

Quanto às outras pessoas, aquelas a quem dizemos as verdades todas na cara sem pensarmos nas consequências e depois nos arrependemos… olha, paciência! Também não são assim tão importantes para nós, por isso “Para mim tanto me faz, que digas coisas boas ou coisas más.” D’ZRT

feeling:

.Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


.wildflower

.I found this so cute!