Sexta-feira, 30 de Setembro de 2011

nos caminhos da vida.

Foram dias fantásticos. Eu senti-me como se estivesse noutra dimensão. As pessoas que eu tinha deixado, eu ainda as amava, mas naquele momento não importavam. Importava eu e o caminho.
 
Naqueles dias houve saudade, houve mágoa, e houve sempre alguém do nosso lado. Houve felicidade, um objectivo pelo qual lutar, pessoas novas, fantásticas, espírito de grupo, felicidade, felicidade, felicidade. Houve dor física, mas o que importava esta? A felicidade sobrepunha-se a tudo isso. Rir.  Era o que eu queria.
 
Quando voltámos tínhamos febre. Febre de falar uns com os outros. Quando as aulas recomeçaram e nós estávamos juntos voltávamos à outra dimensão. Parecíamos extraterrestres, a falar uma língua que ninguém conhecia. Uma língua nossa, que só nós compreendíamos, porque só nós tínhamos experienciado aqueles momentos.
 

Lá, onde quer que estivéssemos, o sol brilhava de uma maneira especial no fim dos dias. A comida sabia bem todos os dias. A frescura da noite relaxava todos os dias. Todos precisávamos muito de dormir, mas ninguém queria porque havia uma ânsia de estarmos juntos, de partilharmos o que estávamos a viver e também o que já tínhamos vivido. Houve vontade de chorar no dia de ir embora. E há nostalgia ao recordar.

Passaram meses desde que voltámos. Muitos de nós já nem se falam, mas o que é que isso interessa? As memórias e o que sentimos em relação aos momentos que passámos unem-nos, unem-nos para sempre.

 

 

And heaven is in sight

 

 

.Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


.wildflower

.I found this so cute!